Pode até parecer fácil, mas quantas de nós não ficamos confusas e indecisas diante de tantas opções e tipos de shampoos? Seja a marca, a embalagem, a fragrância ou até mesmo os benefícios prometidos, existem inúmeras razões para escolhermos determinado produto e avaliar cada uma delas parece uma missão impossível!

Há quem diga que a função do shampoo seja apenas promover a limpeza dos fios e que, por isso, qualquer um serve. Mas não se trata apenas disso… Um shampoo – seja de uso diário ou de limpeza profunda – pode fazer muita diferença em qualquer tratamento capilar. Em função das propriedades específicas de cada fórmula, usar um shampoo inadequado para seu tipo de cabelo pode trazer efeitos indesejados ou até mesmo contrários ao que esperamos.

Complicado? Não se preocupe! A Luminus te explica tudo!

Escolher o tipo certo de shampoo para o seu cabelo pode ser feito de duas formas: de acordo com o tipo dos seus fios ou de acordo com os efeitos prometidos. Se você para você, os benefícios são mais importantes, é essencial que você entenda que variar é preciso, já que as necessidades dos fios variam de uma fase para outra.

Entendendo os tipos de shampoo…

Pela frequência de uso

Shampoo de uso diário: menos agressivos ao couro cabeludo e as fios, este tipo de shampoo promover uma limpeza básica em todos os tipos de cabelo. Normalmente, são melhores quando usamos com outro tipo de shampoo, intercalando os dois.

Shampoo anti-resíduos: com fórmulas carregadas de elementos surfactantes, este tipo de shampoo possui um pH alcalino e, por conta disso, promovem uma limpeza mais profunda. Por abrirem com facilidade as cutículas capilares, removem corpos oleosos, restos de queratina, poeira, poluição e cosméticos (inclusive a escova progressiva!) acumulados ao longo do tempo. Quando usado excessivamente, o shampoo anti-resíduos causa ressecamento e prejudica a qualidade dos fios.

Pelo tipo de cabelo

Shampoo para cabelos lisos e finos: normalmente, este tipo de shampoo possui textura fina, mais líquida e translúcida, já que devem tratar a oleosidade da raiz sem pesar nos fios. Por alinhar melhor o cabelo, é comum encontrarmos queratina nessas formulações.

Shampoo para cabelos lisos e grossos: diferente de fios lisos e finos, fios grossos normalmente apresentam frizz e efeito armado. Por isso, shampoo especiais para este tipo de cabelo são mais hidratantes e possuem óleos e manteigas em sua composição.

Shampoo para cabelos cacheados e crespos: com fórmulas nutritivas compostas por diferentes óleos, este tipo de shampoo limpa o couro cabeludo sem resseca-lo e nutre o comprimento dos fios, que são naturalmente secos.

Shampoo para cabelos oleosos: normalmente, este tipo de shampoo contém solventes projetados para remover o máximo de oleosidade possível e, por isso, podem acabar ressecando os fios no comprimento. Para evitar esta situação e manter o equilíbrio dos óleos naturais do cabelo e pH do couro cabeludo, pode ser intercalado com um shampoo para cabelos normais.

Shampoo para cabelos mistos: purificantes, estes shampoos possuem propriedades pH neutro e são adstringentes. Limpam bem o couro cabeludo ao mesmo tempo em que hidratam as pontas durante a lavagem.

Shampoo para cabelos normais: Transparentes ou leitosos (depende do que você preferir!), prometem manter o equilíbrio natural dos fios. Shampoos para este tipo de cabelo deve ter uma boa capacidade de limpeza e hidratação – como os para cabelos mistos!

Shampoo para cabelos secos: com textura perolada, este tipo de shampoo tem como principal função ajudar na hidratação dos fios. Normalmente, contém eu sua composição ativos nutritivos e hidratantes, como queratina, óleos e manteigas.

Pela condição do cabelo

Shampoo para cabelos quimicamente tratados: procedimentos químicos como a escova progressiva implicam em cuidados especiais.  Especialmente desenvolvidos para esses casos, estes shampoo são cremosos e contém componentes repositores, ou seja, possuem fórmulas que possuem substâncias retiradas durante os procedimentos, como a queratina.

Shampoo para cabelos danificados e ressecados: assim como cabelos secos, fios enfraquecidos por excessos de calor, por exemplo, precisam ser nutridos e hidratados para recuperarem sua forma original. Shampoos para estes casos possuem fórmulas reconstrutoras e também contam com óleos, queratinas, manteigas e outros nutrientes.

Shampoo para cabelos coloridos ou com luzes: assim como os procedimentos químicos, a coloração também rouba nutrientes de sua estrutura, além de danificar os fios provocando opacidade, frizz e falta de movimento. Para isso, este tipo de shampoo possui componentes repositores, hidratantes e reconstrutores.

Ufa! As informações você já tem! Só falta analisar sua rotina de cuidados com o cabelo, entender quais são as suas necessidades no momento e escolher seu novo shampoo!

Agora, já pensou como seria incrível poder usar um único shampoo que oferece tratamento, hidratação, nutrição e ao mesmo tempo estimulasse o crescimento dos fios..? Hum… 😉