Você também é daquelas que adora, de vez em quando, tira o dia para fazer uma boa faxina no armário e nas gavetas do banheiro para tirar tudo o que já não precisa mais e deixar tudo bem arrumadinho? E fale a verdade: quando você faz isso, você dá aquela atenção especial para suas escovas de cabelo?

Não!? Então fique esperta! Essa faxina também vale para as escovas de cabelo: a limpeza é essencial para aumentar sua vida útil e manter a saúde dos cabelos: cerdas sujas podem provocar danos ao couro cabeludo, aumentar o atrito durante a escovação, arrancar fios e, principalmente, favorecer a proliferação de fungos e bactérias.

Quer aprender como deixar suas escovas limpinhas como novas?

Passo 1: Se livrando dos fios…

Sabe aquele emaranhado de fios presos nas cerdas da escova? Eles servem como o abrigo ideal para a sujeira e os resíduos da pele se acumularem. Livre-se deles! Com ajuda de um pente fino, puxe-os devagar e cuidadosamente para que as cerdas não se danifiquem e nem para que as bolinhas das pontas caiam.

Passo 2: Água!

Para eliminar a poeira, a sujeira, a oleosidade, as células mortas e os resíduos de produtos impregnados na base e nas cerdas da escova (Sim, tudo isso! Eca!) suas escovas precisam de um bom banho! Mas, antes de seguirmos com o molho, observar bem o material de que são feitas é essencial, já que algumas podem ser molhadas e outras não.

– Plástico: Comece preparando uma solução de água morna com shampoo neutro ou sabonete líquido antisséptico em um balde ou bacia. Para ainda melhorar os resultados da higienização, adicione uma colher de água sanitária à mistura (além de desimpregnar a sujeira mais rapidamente, ela ajuda a age como um desinfetante). Coloque-as de molho e deixe por um longo período!

Após o molho, retire a sujeira com uma esponja macia ou até mesmo com uma escova de dentes e enxague-a em água corrente, removendo bem os resíduos do sabão ou shampoo usados na lavagem. Deixe-as secando naturalmente em um local ventilado.

– Metal: para que a escova não oxide (enferruje) o contato com a água deve ser o menor possível. Sendo assim, o ideal é aplicar a mesma solução das escovas plásticas SEM a água sanitária com o auxílio de um pano ou escova de dentes, esfregando até que as sujeirinhas se soltem. Ao invés de enxaguar, retire a solução com um pano umedecido em água. Seque-as bem com um pano seco e deixe-as em local arejado.

– Almofadadas: assim como as metálicas, escovas almofadadas não podem ser encharcadas porque caso não sequem completamente, acumulam fungos e bactérias em seu interior. Caso este seja seu tipo preferido de escova, siga o mesmo processo das escovas de metal e deixe-a secando naturalmente em um local ventilado.

DICA: Independente do tipo de escova, jamais seque-as com um secador! Eles podem danificar as cerdas e acabar com a escova!

Apesar de simples e fácil, limpar suas escovas é um pouco trabalhoso e exige que você tenha um tempinho só para isso. Então, programe-se para fazer essa faxina uma vez por mês! Para ajudar, tente sempre mantê-las sem fios emaranhados. Além de ficarem mais limpinhas, a higienização será mais rápida e a durabilidade do acessório mais longa!

Vamos lá? Mãos à obra!