Você sabia que a sua escova de cabelo, aquela que você usa todos os dias, carrega na bolsa, na mochila, leva para cima e para baixo, faz muito mais do que pentear seu cabelo?

Pois é! De acordo com suas características – cerdas, formatos e materiais – cada escova desempenha um papel específico nos cuidados e na saúde do seu cabelo e influencia diretamente no resultado obtido após o uso. Quer saber mais? A Luminus te explica tudo o que você precisa saber para encontrar a escova perfeita para chamar de sua!

Cerdas

Naturais: geralmente feitas com pelo de javali, as cerdas naturais distribuem o brilho e a hidratação da raiz para as pontas, dando polimento aos fios.

Sintéticas: de náilon, as cerdas sintéticas ajudam a prevenir o frizz e as pontas duplas porque selam as cutículas durante a escovação.

Formatos

Para alisar e modelar: escovas com cerdas mistas e próximas ao cabo são ideais para fazer escova. Além de mais fáceis de manusear, elas ajudam na redução do volume. Ah! Quanto maior o diâmetro da escova, mais liso o cabelo após a escovação.

Para escovar todos os dias: escovas do tipo raquete, com cerdas espaçadas entre si são perfeitas para o uso diário, porque não danificam a fibra capilar. Quanto maior o comprimento do cabelo, maior deve ser a escova, para que você não precise passar tantas vezes a escova.

Para pentear cabelos crespos: O espaçamento entre as cerdas e o formato uniforme ajudam a pentear os fios sem que os cachos sejam desmanchados. Para quem tem cabelos frescos e ondulados este é o tipo ideal!

Para desembaraçar: feitas de silicone e com cerdas curtas e rígidas as escovas para tirar nós possuem formato anatômico. Além de mais fáceis de segurar, elas não demandam força na hora de pentear, ou seja, a escovação é feita com menos tração e danifica menos os fios.

Cabo

Madeira: se sua intenção é fazer uma boa escova em casa, prefira aquelas com cabo de madeira. Como este material não esquenta, ele é muito mais seguro: não expõe em excesso os fios ao calor e nem queima seus dedos!

Metal: conhecido por suas propriedades térmicas, escovas com cabo de metal são frequentemente utilizadas por profissionais por acelerar a secagem e a modelagem dos fios, já que distribuem o calor de maneira rápida. Se você quiser tentar, tenha dois cuidados: o de não se queimar e o de proteger as mechas com protetores térmicos para não danifica-las.

Plástico: mais leves, escovas com cabo de plástico exigem bem menos esforço durante a escovação e ainda tornam a retirada dos nós menos prejudicial aos fios. Como não conduzem bem o calor, não servem para fazer penteados e nem podem ser usadas junto de ferramentas térmicas, pois correm o risco de derreter!

Viu só? Aquela ideia de que todas as escovas são iguais não está com nada! Se você adora mudar o penteado todos os dias, tenha sempre a mão vários modelos! Seu dia-a-dia vai ficar mais fácil e suas madeixas ainda mais lindas!